A escravidão como um negócio disseminado no jornal da Corte de D. João VI no Rio de Janeiro (1808-1821)

Autores/as

DOI:

https://doi.org/10.3989/aeamer.2022.1.06

Palabras clave:

Brasil, Rio de Janeiro, Império português, imprensa, escravidão, colonização, Río de Janeiro, Imperio portugués, prensa, esclavitud, colonización

Resumen


El artículo analiza la impresión de anuncios referidos con la esclavitud en Río de Janeiro durante el período de exilio de la Corte en la ciudad, entre 1808 y 1821. Las principales fuentes fueron los anuncios publicados en la Gaceta de Río de Janeiro. Con un análisis estadístico de los lanzamientos publicitarios de prensa, los precios cobrados en negociaciones de gente esclavizada y las primas anunciadas por los forajidos, el estudio muestra cómo las personas esclavizadas representaban un negocio difundido en las páginas de la Gaceta, la única publicación periódica autorizada a circular en ese momento.

[pt] O presente artigo analisa a impressão de anúncios referentes à escravidão no Rio de Janeiro no período em que a Corte portuguesa esteve exilada na cidade, entre 1808 e 1821. As principais fontes foram os anúncios publicados na Gazeta do Rio de Janeiro. Com uma análise estatística dos anúncios, dos preços praticados nas negociações de cativos e dos prêmios anunciados pelos fugitivos, o estudo exibe como os cativos representaram um negócio disseminado nas páginas da Gazeta, único periódico autorizado a circular na época.

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.

Citas

Assis, Machado de, «Pai contra mãe», em Relíquias de casa velha, Rio de Janeiro, Garnier, 1906.

Barbosa, Marialva Carlos, «Reflexões sobre a imprensa no Brasil de 1808», Estudos em Jornalismo e Mídia, 2, Florianópolis, 2008, 91-109.

Bethell, Leslie, A Abolição do comércio brasileiro de escravos, trad. Luís A. P. Souto Maior, Brasília, Conselho Editorial do Senado Federal, 2002.

Cavalcanti, Nireu, O Rio de Janeiro setecentista: A vida e a construção da cidade da invasão francesa até a chegada da corte, Rio de Janeiro, Zahar, 2004.

Chalhoub, Sidney, Cidade febril: Cortiços e epidemias na corte imperial, Rio de Janeiro, Companhia das Letras, 1996.

Debret, Jean Baptiste, Voyage pittoresque et historique au brésil, 2, Paris, Firmin didot Féres, 1835.

Florentino, Manolo, «Escravidão», em Dicionário do Brasil Joanino: 1808-1821, Rio de Janeiro, Objetiva, 2008.

Florentino, Manolo, Em Costas Negras: Uma História do Tráfico de Escravos entre a África e o Rio de Janeiro (Séculos XVIII e XIX), São Paulo, Editora Unesp, 2014.

Florentino, Manolo e Fragoso, João, O arcaísmo como projeto: mercado atlântico, sociedade agrária e elite mercantil no Rio de Janeiro, c.1790-c.1840, Rio de Janeiro, Diadorim Editora, 1993.

Fragoso, João Luís Ribeiro, Homens de Grossa Aventura: Acumulação e Hierarquia na Praça Mercantil do Rio de Janeiro (1790-1830), Rio de Janeiro, Civilização Brasileira, 1998.

Freyre, Gilberto, O escravo nos anúncios de jornais brasileiros do século XIX, São Paulo, Companhia Editora Nacional, 1979.

Freycinet, Louis de, Voyage autour du monde fait par ordre du roi [...] pendant les années 1817, 1818, 1819 et 1820, Paris, Chez Pillet imprimeur-libraire, 1827.

Gomes, Flávio dos Santos, A Hidra e os Pântanos: quilombos e mocambos no Brasil (sécs. XVII-XIX), Campinas, Unicamp, 1997.

Gomes, Flávio dos Santos, Histórias de quilombolas: Mocambos e comunidades de senzalas no Rio de Janeiro, século XIX, São Paulo, Companhia das Letras, 2006.

Gomes, Flávio dos Santos, «Quilombos/Remanescentes de Quilombos», em Schwarcz, Lilia M. e Gomes, Flávio (orgs.), Dicionário da escravidão e liberdade: 50 textos críticos, São Paulo, Companhia das Letras, 2018.

Graham, Maria, Journal of a Voyage to Brazil: And Residence There, During Part of the Years 1821, 1822, 1823, Londres, Printed for Longman, Hurst, Rees, Orme, Brown, and Green, and J. Murray, 1824.

Grinberg, Keila, «Castigos físicos e legislação», em Schwarcz, Lilia M. e Gomes, Flávio (orgs.), Dicionário da escravidão e liberdade: 50 textos críticos, São Paulo, Companhia das Letras, 2018.

Holloway, Thomas H., Polícia no Rio de Janeiro: repressão e resistência numa cidade do século XIX, Rio de Janeiro, Editora FGV, 1997.

Karasch, Mary, Slave Life in Rio de Janeiro, 1808-1850, Princeton, Princeton University Press, 1987.

Lima, Lana Lage da Gama, Rebeldia negra e abolicionismo, Rio de Janeiro, Achiemé, 1988.

Lima, Manuel de Oliveira, D. João VI no Brasil: 1808-1821, Rio de Janeiro, J. Olympio, 1945.

Luccock, John, Notes of Rio de Janeiro, and the southern parts of Brazil, Londres, Samuel Leigh, 1820.

Malerba, Jurandir, A corte no exílio: civilização e poder no Brasil às vésperas da Independência (1808 a 1821), São Paulo, Companhia das Letras, 2000.

Malerba, Jurandir, «Sobre o Tamanho da Comitiva», Acervo, 21:1, Rio de Janeiro, 2008, 47-62.

Mattos, Hebe e Grinberg, Keila, «Código penal escravista e Estado», em Schwarcz, Lilia M. e Gomes, Flávio (orgs.), Dicionário da escravidão e liberdade: 50 textos críticos, São Paulo, Companhia das Letras, 2018.

Neves, Lúcia Maria Bastos Pereira das, «Comércio de livros e censura de ideias: A actividade dos livreiros franceses no Brasil e a vigilância da Mesa do Desembargo do Paço (1795-1822)», Ler História, 23, Lisboa, 1992, 61-78.

Nora, Pierre, «O retorno do fato», em História: novos problemas, Rio de Janeiro, Ed. Francisco Alves, 1976.

Sampaio, Antônio Carlos Jucá de, «Os homens de negócio cariocas da primeira metade do setecentos: origem, alianças e acumulação na construção do espaço atlântico», em Congresso Internacional Atlântico de Antigo Regime: poderes e sociedades, Lisboa, Instituto Camões, 2008.

Santos, Luís Gonçalves dos, A impostura desmascarada, ou, Resposta que o filho do compadre do Rio de Janeiro dá ao compadre do rio de S. F. do Norte, Maranhão, Typographia Nacional, 1821.

Schultz, Kirsten, «Perfeita civilização: a transferência da corte, a escravidão e o desejo de metropolizar uma capital colonial. Rio de Janeiro, 1808-1821», Tempo, 12:24, Niterói, 2008, 5-27.

Schwarcz, Lilia M. e Gomes, Flávio (orgs.), Dicionário da escravidão e liberdade: 50 textos críticos, São Paulo, Companhia das Letras, 2018.

Silva, Alberto da Costa e, A África e os africanos na história e nos mitos, Rio de Janeiro, Nova Fronteira, 2021.

Silva, Maria Beatriz Nizza da, A Gazeta do Rio de Janeiro, 1808-1822: cultura e sociedade, Rio de Janeiro, EdUERJ, 2007.

Soares, Luiz Carlos, Urban slavery in nineteenth century Rio de Janeiro, Londres, University of London, 1988.

Tinhorão, José Ramos, Os negros em Portugal. Uma presença silenciosa, Lisboa, Editorial Caminho, 2018.

Descargas

Publicado

2022-05-24

Cómo citar

Ribeiro Pires, J. V. . (2022). A escravidão como um negócio disseminado no jornal da Corte de D. João VI no Rio de Janeiro (1808-1821). Anuario De Estudios Americanos, 79(1), 171–204. https://doi.org/10.3989/aeamer.2022.1.06

Número

Sección

Artículos